EMPRESARIAL - Terceirização de serviços ganha espaço nas empresas e pode ajudar empresário a economizar

Compartilhar

Publicado em 06 de dezembro de 2021

A terceirização de serviços teve alta em 94% das empresas durante a crise de Covid-19, é o que aponta a pesquisa “Gestão de Pessoas na Crise de Covid-19” conduzida pela FIA (Fundação Instituto de Administração).

Entre os motivos do aumento está a facilidade em ter profissionais especialistas de forma pontual, sem ter que investir tempo em treinamento ou seleção de pessoas a longo prazo, além da não necessidade do vínculo empregatício.

Essas vantagens acabam se traduzindo em economia de tempo e dinheiro, fatores importantes para qualquer empresa, principalmente durante a pandemia e no cenário da retomada.

Um levantamento realizado pela plataforma oHub, que conecta empresas a fornecedores de serviços B2B, também apontou o aumento na demanda de terceirização de serviços nos últimos meses. A plataforma apurou que de julho a setembro de 2021, em comparação ao mesmo período de 2020, as buscas por serviços terceirizados cresceram, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Enquanto a busca por serviços terceirizados que mais cresceram em São Paulo foram para a realização de gestão financeira (358%), portaria (97%) e folha de pagamento (82%); no Rio de Janeiro, os serviços que mais cresceram foram Terceirização de Suporte Técnico (1100%) e Terceirização de Folha de Pagamento, 181%. 

“Começamos a ver uma recuperação mais forte das atividades das empresas e comércios em seus locais físicos, o que reflete no aumento da busca pela terceirização desses serviços”, analisa Alexandre Pajola, CEO e fundador do oHub. Segundo Pajola, entre os serviços terceirizados mais procurados pelas empresas nas mais de 500 categorias do site estão Facilities (Limpeza, Portaria e Recepção), Folha de Pagamento e Suporte Técnico.

Ainda segundo Pajola, uma mudança importante ocorreu no cenário de terceirização de serviços durante a pandemia. “A terceirização deixou estar restrita aos serviços de facilities, como limpeza e portaria, e passou a ser valorizada também em áreas estratégicas, como Financeiro, RH e Tecnologia da Informação, diminuindo a carga operacional das empresas e permitindo que gestores e empreendedores direcionassem energia para questões mais estratégicas”, avalia o empreendedor.

A tendência é que no cenário pós-pandemia a terceirização continue em alta. Dessa forma podem ser oferecidos serviços pontuais, de forma especializada, atendendo necessidades on demand e oferecendo ajuda para as empresas se estabilizarem sem comprometer os orçamentos nessa retomada da economia.

Voltar a listagem de notícias